Quinta-Feira, 22 de Novembro de 2018

Mato Grosso
Quinta-Feira, 08 de Novembro de 2018, 16h:37

FRAUDE EM LICITAÇÃO

Fraude na licitação do estacionamento da ALMT gerou prejuízo superior a R$ 17 milhões

Jô Navarro

Reprodução

O Ministério Público Estadual (MPE) apresentou denúncia contra os deputados estaduais Romoaldo Júnior (MDB) e Mauro Savi (DEM) por suposta fraude em duas licitações para construção de vagas de estacionamento na Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT). Segundo o MP, o prejuízo aos cofres públicos é supera R$ 17 milhões.

Também foram denunciados: Valdenir Rodrigues Benedito (servidor da ALMT), Mário Kazuo Iwassake (servidor da ALMT), Adilson Moreira da Silva (servidor da ALMT), Tirante Construtora, Alan Marcel de Barros (empresário), Alyson Jean Barros (empresário) e Anildo Lima de Barros (administrador de empresa).

O MPE iniciou a investigação depois de receber uma denúncia anônima. Foi apurado que houve direcionamento da licitação e superfaturamento que teria sido repassado para os deputados como propina pelo favorecimento à licitação. A denúncia aponta que Romoaldo Júnior e Mauro Savi "permitiram e endossaram que a Assembleia Legislativa sofresse um prejuízo de mais de R$ 17 milhões em apenas uma única obra".

A obra foi iniciada em abril de 2014 mas, em janeiro 2015 o valor foi aditivado em R$ 6,9 milhões.

1 COMENTÁRIO:

enviado por: José Corrêa em 08/11/2018 às 18:52:29
0
 
0
responder

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO